Curso de Aperfeiçoamento

> Gerenciamento de Obras

EMENTÁRIO

OBJETIVOS: capacitar o participante em relação ao Gerenciamento de Obras e apresentar os conceitos e as principais ferramentas para aplicação.

PÚBLICO-ALVO: engenheiros civis e de produção civil; arquitetos que gerenciam ou atuam no canteiro de obras; fiscais e supervisores de obras; e ainda, todos os profissionais que desejam aprimorar seus conhecimentos no Gerenciamento de Obra.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

1. CONCEITOS BÁSICOS: conceitos que irão embasar a atuação de um gerente

1.1. O que é gerenciar?

1.2. Áreas de conhecimento do gerenciamento;

1.3. Que é fiscalizar?

1.4. Exercício do poder de compra;

1.5. A qualidade segundo David Garvin;

1.6. Funções centrais e de apoio;

1.7. Ciclo PDCA;

1.8. Arcabouço Legal: Lei de Improbidade Administrativa, de Licitações e Contratos, de Responsabilidade Fiscal, Código de Defesa do Consumidor, Legislações Ambientais e de Sustentabilidade, NR18, NBR15.575.

1.9. Sistemas básicos de produção;

1.10. Construção Enxuta (Lean Construction);

1.11. Definição de Projeto;

1.12. Organizações relacionadas a projetos e afins.

 

2. CONHECENDO A OBRA: para gerenciar com qualidade

2.1. Contrato;

2.2. Análise dos projetos;

2.3. Especificações dos materiais e serviços;

2.4. Edital e Termo de Referência (obras públicas);

2.5. Orçamento;

2.6. Curvas ABC;

2.7. Gráfico de Gantt (cronograma físico);

2.8. Diagrama de rede;

2.9. Fluxo de caixa (cronograma financeiro);

2.10. Curva de distribuição normal;

2.11. Licenças;

2.12. Escritura do terreno;

2.13. Visita técnica ao terreno;

2.14. Especificidades da obra;

2.15. Análise dos riscos.

 

3. MONTANDO O SISTEMA DE GESTÃO (SG): marco referencial para atuação nos canteiros de obras

3.1. Planejamento Estratégico;

3.2. Objetivos de Desempenho;

3.3. Metas e indicadores;

3.4. Organograma;

3.5. Quadro de responsabilidades;

3.6. Equipe gerencial (funções);

3.7. Controle de documentos;

3.8. Segurança e Higiene do Trabalho (NR18);

3.9. Procedimentos para Inspeção de Materiais (PIM);

3.10. Procedimentos para Execução de Serviços (PES);

3.11. Procedimentos para Inspeção de Serviços (PIS);

3.12. Processos críticos;

3.13. Procedimentos para manutenção de equipamentos;

3.14. Qualificação de fornecedores.

 

4. EXECUTANDO A OBRA: como ser eficaz e buscar a eficiência

4.1. Reuniões integradas;

4.2. Diário de Obra;

4.3. Ordem de Serviço / paralização;

4.4. Instalando o canteiro de obras;

4.5. Alocando recursos;

4.6. Monitorando o escopo;

4.7. Aquisições: materiais, equipamentos e serviços;

4.8. Recebendo as aquisições;

4.9. Ensaios laboratoriais;

4.10. Avaliando fornecedores;

4.11. Monitorando o Tempo; Qualidade, Custos e Riscos;

4.12. Inspecionando serviços;

4.13. Relatórios parciais;

4.14. Clima organizacional.

 

5. ENTREGANDO A OBRA: o trabalho como fator de satisfação do cliente

5.1. Elaboração do as built;

5.2. Testes das instalações;

5.3. Inspeção final;

5.4. Elaboração do Manual do Usuário;

5.5. Relatório final.

MAIS INFORMAÇÕES