Curso de Aperfeiçoamento

> Formação do Preposto Trabalhista

Preparar os representantes da empresa para o ato da audiência trabalhista, bem como orientar sobre as obrigações que a antecedem, visando a elaboração de defesa pelo advogado da empresa, como o encaminhamento de documentos e informações, além as obrigações que surgem pós audiência.

EMENTÁRIO

Objetivo: Preparar os representantes da empresa para o ato da audiência trabalhista, bem como orientar sobre as obrigações que a antecedem, visando a elaboração de defesa pelo advogado da empresa, como o encaminhamento de documentos e informações, além as obrigações que surgem pós audiência.

Público alvo: Profissionais da área de RH; profissionais que atuam como representantes legais da empresa perante a Justiça do Trabalho em processos trabalhistas.

Programa:

I – O perfil do preposto

– Quem pode ser preposto?
– O compromisso com os interesses do empregador;
– O conhecimento da legislação trabalhista;
– O bom senso na tomada de decisões, o comportamento perante a parte, advogado, Juiz e auxiliares (organização, pontualidade, conhecimento).

II – Procedimentos de responsabilidade do preposto antes da audiência

– Recebi a inicial de uma ação trabalhista: o que fazer?
– O preparo para as audiências trabalhistas:
– Agenda de audiências;
– A elaboração da carta de preposição;
– Trabalho de política pré-definida de acordos;
– Coleta de provas: documentos, testemunhas, perícia;
– A sinergia entre as áreas: jurídico, RH e área envolvida;
– Como lidar com o ex-empregado. Conflitos de interesse.

III – A audiência – A importância do conhecimento dos fatos

– A participação nas audiências;
– O depoimento pessoal do preposto em audiência;
– A revelia e a confissão: Súmula 122 do Tribunal Superior do Trabalho. Quais as consequências do depoimento do preposto no processo trabalhista.
– Oitiva de testemunhas;
– Interlocução com o advogado durante a audiência;
– A apresentação pessoal e o relacionamento com o judiciário.

IV – Pós audiência

– A elaboração de relatórios. O que constar;
– Levantamento de dados e documentos para envio ao advogado após a audiência;
– Lições da audiência trabalhista: como melhorar para a próxima?
– A prevenção dos conflitos trabalhistas:
– A criação de banco de dados com os títulos mais condenados e a identificação dos possíveis conflitos;
– A avaliação das condições de trabalho e a criação de mecanismos de prevenção;
– A criação de grupos de prevenção de conflitos.

Palestrante: Fernando Guedes Ferreira Filho, Advogado e Sócio do escritório Guedes Ferreira Advogados (Belo Horizonte – MG); Vice-Presidente da Área de Política de Relações Trabalhistas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CPRT/CBIC); membro do Conselho Temático Permanente de Relações do Trabalho e Desenvolvimento Social da Confederação Nacional da Indústria (CRT/CNI); autor de artigos jurídicos; professor universitário.

Duração da palestra: Até 4 (quatro) horas.

MAIS INFORMAÇÕES